Apresentação

A partir da autorização para seu funcionamento (Decreto – lei 762 de 14/08/1969) e sua posterior federalização (Lei no 6532 de 24/05/1978), a Universidade Federal de Uberlândia – UFU, vem passando por um constante processo de solidificação e crescimento. Solidificação de suas estruturas e crescimento de sua importância social, assim como implementação de  seu relacionamento com a comunidade através de programas e projetos que se desenvolvem nas mais diversas áreas, de forma consistente e permanente, procurando devolver à sociedade os investimentos que a mesma faz na UFU.

Ainda como resposta aos anseios da comunidade, a Universidade Federal de Uberlândia, não tem poupado esforços no sentido viabilizar um crescimento no  número de cursos oferecidos, na melhoria do seu quadro docente, no número de vagas assim como, enfatizar o crescimento das suas pesquisas com a qualificação permanente do seu quadro docente e investimento nos seus laboratórios de ensino e pesquisa, propiciando, desta maneira o avanço na relação da Universidade com a cidade de Uberlândia e região.
 
O curso de Licenciatura em Educação Física, que passou a existir a partir de 1972, sempre participou desse processo e sempre  procurou produzir, dentro de sua área de atuação, novas propostas educacionais, e na sua relação com a comunidade, vem agindo no sentido de entender e atender às expectativas que lhes são colocadas.
 
No ensino, além do curso regular de graduação, tivemos oportunidade de oferecer por 10(dez) vezes cursos de pós-graduação lato sensu, sendo  7(sete) deles na área da Educação Física para Portadores de Deficiências; 2(dois) em Educação e Reeducação Psicomotora e  1(um) em Treinamento Desportivo.
 
Na área do trabalho de atividade física e desportiva com as pessoas portadoras de deficiências, a Universidade Federal de Uberlândia, através da Faculdade de Educação Física, é uma das pioneiras no nosso país, pois, desde 1982, de forma ininterrupta vem desenvolvendo um programa de atendimento à pessoa portadora de deficiência através da atividade física, esporte, lazer e reabilitação. Aliado a este programa, a Faculdade de Educação Física da UFU, também desde 1988, vem realizando a formação de recursos humanos para atuarem nesta área, dentre eles, podemos destacar:
  1. As disciplinas obrigatórias do currículo de Licenciatura em Educação Física.
  2. Vários cursos de extensão e aperfeiçoamento e.
  3. O tradicional curso de especialização com 7 (sete) edições.

Tais ações vêm contribuindo para a formação de um grande número de profissionais, que hoje se encontram atuando não somente como técnicos desportivos nas entidades esportivas como também ministrando as disciplinas específicas dessa área nas várias faculdades de Educação Física do Brasil.

Além do trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Atendimento à Pessoa Portadora de Deficiência e Necessidades Especiais, que atuou em parceria com o extinto INDESP e agora sendo apoiado pela Secretaria Nacional de Esportes, nos encontramos em fase inicial de elaboração de projeto e montagem do Curso de Pós Graduação em nível de Mestrado nesta área e  implementando o Núcleo de Práticas Esportivas e Treinamento Paraolímpico, em parceria com o SESI/MG.
 
Diante disto, a Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Uberlândia, através dos vários programas e projetos desenvolvidos na área da atividade física e desporto para pessoas portadoras de deficiência, já conquistou perante a comunidade, entidades de pessoas portadoras de deficiência, universidades e até mesmo órgãos governamentais de fomento, como é o caso do INDESP, SESP/MEC, CORDE e SNE, seu status de centro de excelência no trabalho de formação de recursos humanos para atuação junto às pessoas portadoras de deficiência e necessidades especiais.
 
Contudo, consolidamos este desafio na conquista do status e direito de nos tornarmos um centro de excelência na área da pesquisa em avaliação, orientação, treinamento e metodologia do ensino das pessoas portadoras de deficiência e necessidades especiais, contribuindo desta forma, para o desenvolvimento da prática esportiva dessas pessoas quer seja como lazer, reabilitação e esporte competitivo.